29 Outubro 2021

DTF ou DTG: quais as diferenças entre estes métodos de impressão digital? e qual o que melhor se aplicará ao seu negócio?

Já ouviu falar em DTF e DTG mas não tem a certeza exatamente do que significam estas siglas e quais as suas aplicações, diferenças e benefícios na hora da impressão e personalização digital?
Já ouviu falar em DTF e DTG mas não tem a certeza exatamente do que significam estas siglas e quais as suas aplicações, diferenças e benefícios na hora da impressão e personalização digital?

A equipa Portus explica-lhe tudo:

DTG (direct-to-garment) e DTF (direct-to-film) são dois métodos utilizados na impressão para a personalização de produtos têxteis.

Sendo o DTG o método mais conhecido e utilizado, nos últimos meses e muito por causa da pandemia, que aumentou a necessidade de criar produtos print-on-demand, como por exemplo as máscaras personalizadas, o método DTF tem ganho cada vez mais clientes e adeptos.

Mas, afinal, o que é o DTG?

DTG significa “direct to garment” o que, traduzido para português, significará algo como “direto no tecido”.
Este é um processo de Impressão Digital por pigmentação em rolo, feito diectamente nas fibras do tecido e que permite a criação de diversos produtos.
Por ser direto, o DTG é um processo que, antes da impressão, tem, necessariamente, de começar com um pré-tratamento das peças a personalizar.
Aquecer o tecido antes da impressão, para que a tinta fique fixa e não manche outras partes do tecido é, por isso fundamental.

 

Roland XT DTG

ponto positivo: ao imprimir diretamente na roupa o processo pode ser mais rápido.
ponto negativo: o DTG permite a impressão directa apenas em peças de algodão ou fibras naturais.

E o que é o DTF?
O DTF, por outro lado, é uma tecnologia que permite personalizar qualquer têxtil.
Sem necessidade de pré-tratamento, a impressão não é feita diretamente no tecido mas sim em filme/película (direct-to-film).
O desenho será, posteriormente, transferido para o tecido, por exemplo, com uma prensa.
Este é um método com um custo consideravelmente mais baixo e que permite, por exemplo, comercializar não só o produto totalmente personalizado mas também apenas o filme já impresso, que pode ser guardado com qualidade, durante vários meses.



Grando GD4720 

ponto positivo: o método DTF, através do pó fixador usado na impressão do filme, torna a impressão mais plástica e brilhante o que dá uma sensação de maior qualidade nas cores.
ponto negativo: manter uma impressora em modo DTF obriga à impressão regular, uma vez que se não estiverem em circulação no sistema, os pigmentos que compõem este tipo de tinta têm tendência a entupir a impressora.

DTG ou DTF, que solução escolher?
Apesar das provas dadas pelo DTG, a verdade é que a impressão DTF parece mesmo estar a ganhar destaque.
No entanto, na Portus, acreditamos que o mais importante não serão as críticas a cada um destes métodos mas sim as aplicações que ambos permitem, tendo em conta os seus objectivos de personalização.
Para a impressão em pequena escala, onde o investimento não pode ser tão alto mas se procuram bons resultados de cores, o DTF pode, de facto, ser o método mais adequado. O DTG, por outro lado, com impressoras cada vez mais versáteis, permite uma impressão mais rápida e flexível.

 

Então, como escolher o método ideal?
Agora que conhece as principais diferenças, possibilidades e limitações entre os dois métodos, descubra o que deve ter em consideração na escolha de um equipamento de personalização:

Tipo de material a personalizar
O DTG só pode ser impresso em algodão pelo que, se os seus produtos são compostos por outro tipo de materiais, a solução DTF será a única adequada.

Volume de produção
Enquanto os equipamentos DTG são muito mais rápidos do que os DTF, estes últimos permitem um menor investimento inicial. Analise bem o seu negócio a médio e longo prazo para garantir que o investimento que faz é o mais adequado à sua produção.

Resultado final
No caso do DTG o desenho e as tintas são integrados no tecido sendo, por isso, mais duradouros. No entanto, o toque é mais áspero e o aspecto geral menos brilhante.
Para o DTF, e uma vez que a impressão não é integrada no tecido, a sensação é de maior qualidade nas cores, mas o tempo de vida do produto acaba por ser mais reduzido (em média, até 50 lavagens).
Ficou com alguma questão que gostava de ver esclarecida?
Gostaria que a nossa equipa lhe apresentasse os equipamentos mais adequados para os seus objectivos?

Contacte-nos, sem compromisso.
A equipa Portus é especializada e encontra-se disponível para o ajudar a encontrar a solução de impressão ideal para o seu negócio.

Partilhar

Outras Novidades

Impressão e corte UV: a revolução na personalização de brindes (de Natal)!
30 Novembro 2021
A impressão UV é um dos métodos mais versáteis, atualmente, existentes.
Com aplicações onde, praticamente, a imaginação é o único limite, com uma só impressora, poderá imprimir em praticamente todas as superfícies rígidas como placas, madeira, PVC, vidro, cerâmica, metal, plástico ou couro.
Saber Mais  
Dê cor à BLACK FRIDAY!
12 Novembro 2021
Uma promoção exclusiva Portus!
Saber Mais  
Offset, Digital, UV, Têxtil,...conhece os diversos tipos de impressão disponíveis, suas diferenças e benefícios?
27 Julho 2021
O conceito de impressão é amplo e tem-se modificado ao longo do tempo.
De processos mais mecânicos a métodos totalmente digitais, existem diversas opções, com mais ou menos benefícios, tendo em conta, acima de tudo, o objectivo principal da impressão.
Saber Mais